sábado, 10 de outubro de 2009

Dentadura bonita

Quando eu fiz 18 anos e me formei no ensino médio, ganhei de presente do meu avô uma passagem de avião para conhecer Camburiú. Na verdade, meu avô estava indo com minha mãe visitar a sobrinha que morava lá e me incluiu no pacote. Era minha primeira viagem de avião e nem pensei na roubada que era. Depois de mim, a pessoa mais nova da casa em que ficamos era minha mãe! Mas, voar era o que importava... Chegando lá, o marido da prima, um senhor já velhinho e meio alemãozão, na hora do almoço elogiou minha dentadura:
- Repara Geninha, a dentadura dessa menina é uma beleza!
Envergonhada expliquei para ele que eu não usava dentadura, que os dentes ainda eram meus mesmo. Que meu pai era dentista e fazia dentaduras, mas que eu ainda conservava os meus inteirinhos. Ele então riu bem alto e explicou que ele estava querendo dizer que minha arcada era certinha e que eu tinha o sorriso bonito. Gargalhada geral na mesa dos velhinhos e eu torcendo para a arcada artificial de cada um deles esparramar em cima do prato!

1 comentários:

Andréa disse...

hahahahahahahahaha
Muito boa essa!!!!!!!
Tô rindo muito aqui.
Velhinho é uma coisa mesmo,meus avós me falam cada uma.
Beijão

Postar um comentário

Faça parte dessa estória